Viagem ao sul 
Natal luz - 30 anos
Natal luz - 30 anos

O "Grande desfile  de Natal", espetáculo do Natal luz, festa tradicional em Gramado, neste fim de ao de 2015início de 2016, ofereceu uma visão dos 30 anos da festa, que se iniciou em 1995. Um livro aberto, com uma página em branco, mostrava que o espetáculo deve continuar com páginas novas. 

Assim, vimos três reis montados em camelo, elefante e cavalo, biscoitos de Natal andando, carros lembrando apresentações passadas, como, por exemplo, o ano em que três pianistas de renome nacional estiveram na ilha central do lago onde acontece o show Nativitaten. Fiquei sabendo que o desfile como acontece hoje iniciou-se em 2000 e que foi chamado o famoso criador de desfiles  Joãozinho 30 para idealizá-lo. A propósito, há uma escola de artes que forma artistas profissionais para exercerem suas atividades durante o Natal Luz, especialmente. Por isso, havia muitos bons atores participando do desfile, que foi comandado por um animador, vestido como mestre de cerimônias, do alto de uma pequena torre em espiral, justamente perto do setor onde eu estava.

A ornamentação da cidade nesta época é belíssima e neste ano tinha na principal avenida pirâmides inscritas com palavras que representam valores que sempre desejamos, como paz, felicidade, amizade..., ao lado de arcos e árvores natalinas, que se iluminavam todas as noites. A propósito, o acendimento das luzes forma um espetáculo a que assistem centenas de pessoas, neste ano postada em frente ao Palácio dos Festivais, onde havia na sacada um relógio imenso com engrenagens que passavam a se mover na hora do pôr-do-sol (20h30), quando também as lâmpadas da cidade iam-se se acendendo aos poucos, ao som de música de Natal.

Na rua coberta, em frente a esse prédio do Palácio dos Festivais, há muitos restaurantes e uma imensa árvore iluminada, onde acontecem shows musicais em muitas noites. Nos dias em que estive na cidade, não houve espetáculo ali, infelizmente.

Fiquei um dia numa pousada no centro da cidade e depois fui para uma outra, num bairro um pouco afastado, junto ao Lago Negro, cercado de muitas árvores como pinheiros e de muitas flores, principalmente hortênsias, que fazem a beleza da cidade. Estivemos fazendo caminhadas até esse lugar e em volta do Lago por duas vezes, ontem e hoje, e voltamos deslumbrados com a beleza da cidade, que guarda durante todo o ano o encanto da vegetação da serra e dos belos jardins cuidadosamente cuidados.